Transporte de Animais | Como levar seu amigo com segurança

O transporte de animais em aeronaves é controlado por regras, determinações e orientações para garantir a segurança e bem-estar dos bichinhos e dos passageiros. Os procedimentos recomendados, incluindo alguns comportamentos obrigatórios, são acessíveis a todos que precisam viajar e levar seus animais de estimação.

As determinações têm a finalidade de garantir aos bichinhos toda a segurança que eles merecem. Confira as principais regras para viajar com animais.

Cuidados com a vacinação

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) trabalha com algumas determinações para que cães e gatos possam viajar de avião. Assim como os seres humanos, os animais também estão sujeitos a regras severas para que o voo seja conduzido dentro da normalidade.

Em primeiro lugar, os cães e gatos devem estar com as vacinas em dia, e seus donos devem portar a carteirinha de vacinação, juntamente com o atestado sanitário, um documento emitido pelo Ministério da Agricultura e que deve ser assinado por um médico veterinário.

vacina_antirrabic013a

Caixas de transporte de animais

As caixas e cases de transporte de animais são obrigatórias para que eles possam entrar em uma aeronave. Todas as caixas são compartimentadas, e contam com o espaço certo para que eles tenham à disposição água e comida, além de um reservatório adequado para as necessidades, como xixi e coco.

As regras são válidas para viagens no Brasil e Estados Unidos, sendo que para ir para a Europa o processo é um pouco mais delicado. Neste caso, é preciso levar também um exame de sorologia, no qual deve constar a prova da vacina contra a raiva.

Lembre-se: se o seu animalzinho vai sentir os ares europeus, é preciso bastante antecedência nos procedimentos, uma vez que a sorologia que comprova a vacina contra a raiva pode levar 40 dias para ter o seu efeito validado.

 

Entre em contato com a companhia aérea

As companhias aéreas devem se programar para levar um animal de estimação e, por isso, existe a obrigatoriedade de entrar em contato com a empresa para avisar que você vai levar seu bichinho com, pelo menos, 24 horas de antecedência. Feito o aviso, a empresa deve emitir uma taxa de transporte de carga viva, preço que varia de acordo com a companhia.

aviao

Animais na bagagem de mão

Existem companhias que permitem o transporte de animais na bagagem de mão, na cabine de passageiros. No Brasil, Tam e Avianca já trabalham com esta modalidade.

A caixa com o animal não deve extrapolar o peso limite de 10 kg. As próprias companhias deixam claras suas regras gerais e restrições para o transporte de cães e gatos em suas aeronaves.

Se o animal for de porte grande e tiver mais de 30 kg, ele terá que ir no compartimento de carga. Algumas raças também possuem suas restrições para voos, principalmente por causa de suas dificuldades respiratórias durante a viagem como os bulldogs.

louis-vuitton-petbag

Entrada de animais em outros países

Outra preocupação é saber se a raça do seu cão ou gato pode entrar em alguns países. Um exemplo tradicional é a Espanha, que proíbe cães das raças Dog Argentino, Pit Bull Terrier, Akita Inu e Rottweiller.

Portanto, faça uma pesquisa sobre as regras de seu destino internacional antes de fazer a viagem.

Informações importantes para viajar com o seu melhor amigo

As caixas para o transporte de animais são facilmente encontradas em Pet Shops. Os preços variam de acordo com o material (plástico e fibra), ficando entre R$ 100 e R$ 500.

Não se esqueça que todos os animais devem ser sedados antes da viagem de avião. A sedação é um procedimento comum e será recomendada pelo veterinário para garantir a segurança de seu bichinho de estimação e evitar que ele passe por um estresse que pode complicar a viagem de todos.

viagem-1024

About The Author

SealBag | Criado por pessoas que viajam!

Related posts

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *